Trânsito

Bauru assina convênio com Governo Estadual para investimento no trânsito

O prefeito Clodoaldo Gazzetta e o presidente da Emdurb, Elizeu Eclair Teixeira Borges, assinaram nesta segunda-feira (19), no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, convênio com o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito, programa do Governo do Estado de São Paulo que, em parceria com órgãos públicos, tem como principal objetivo a melhoria no sistema viário e educação no Trânsito e Mobilidade.

O evento contou com a presença do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e do vereador Fábio Manfrinato.



Com o convênio, o município receberá R$ 1.555.889,27 para investimentos. A EMDURB é responsável pelo desenvolvimento técnico do convênio. À prefeitura caberá a realização das licitações, contratações, pagamentos e prestações de contas. Para tanto, desde abril/2017, prefeitura e EMDURB trabalham na elaboração do projeto para que a cidade fosse contemplada.

O Governo do Estado de São Paulo visa reduzir em 50 % o número de óbitos decorrentes de acidentes de trânsito até 2020. O Movimento Paulista de Segurança no Trânsito foi criado para ajudar nesta missão. O Plano de Ação do Convênio será executado com o repasse feito pelo DETRAN-SP para a prefeitura via Convênio e deve conter medidas de: “Educação para o Trânsito, Obras de Engenharia de Tráfego, Sinalização de Trânsito e Fiscalização de Trânsito”. As ações devem estar alinhadas com o objetivo e com os métodos do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito.

Objetivos do Município de Bauru: Prefeitura e EMDURB elaboraram um projeto para ser apresentado e contemplado com o convênio. Com as ações desenvolvidas, o Município visa redução de 20% no número de óbitos e vítimas graves oriundas de acidentes de trânsito, durante o período do convênio, que terá início em 19/02/2018 com a assinatura e término para 19/08/2019.

Pela prefeitura, são responsáveis pela Gestão Administrativa e Financeira, Sílvia Regina da Silva Batista de Deus e Priscila Colombo Negrão Vitale. Pela EMDURB, são responsáveis pela Supervisão Técnica, Fabiana Trevisan de Lima e Aníbal dos Santos Ramalho.

Importante frisar que o projeto foi elaborado seguindo critérios técnicos pertinentes ao convênio. Assim, ficou definido:

-Execução de serviços RECAPEAMENTO para receber faixas de pedestres com termoplástico extrudado (Revitalização de Sinalização Horizontal da região central da cidade), nos seguintes endereços/cruzamentos: Avenida Rodrigues Alves (trecho entre Nações Unidas e Alfredo Ruiz); Avenida Duque de Caxias (trecho entre Saint Martin e Monsenhor Claro); Calçadão da Batista de Carvalho (trecho entre Rua Antonio Alves e Praça Machado de Melo); Rua Primeiro de Agosto; Rua Ezequiel Ramos; Avenida Nações Unidas; Rua Presidente Kenedy; Rua Marcondes Salgado.

-Implantação de FAIXAS DE PEDESTRES com pintura termoplástica extrudada nos seguintes endereços: avenida Duque de Caxias (trecho entre Rua Maria José e Rua Monsenhor Claro; Avenida Rodrigues Alves (trecho entre Alfredo Ruiz e Saint Martin); Calçadão da Batista de Carvalho; Rua Presidente Kennedy (trecho entre Rua Araújo Leite e Rua Agenor Meira); Rua Ezequiel Ramos (trecho entre Araújo Leite e Virgílio Malta); Rua Marcondes Salgado (trecho entre Rua Araújo Leite e Rua Agenor Meira); Rua Primeiro de Agosto (trecho entre Saint Martin e quarteirão 1 Rua Primeiro de Agosto; Avenida Nações Unidas.

MANUTENÇÃO SEMAFÓRICA: Troca de Centrais Semafóricas nos seguintes endereços: Avenida Rodrigues Alves (trecho entre Alfredo Ruiz e Cel José Figueiredo); Cruzamentos com a Rua Batista de Carvalho (trecho entre Rua Rio Branco e Rua Gerson França).

AQUISIÇÃO DE NOBREAKS: Aquisição de nobreaks para centrais semafóricas nos seguintes endereços: Cruzamentos Avenida Rodrigues Alves (trecho entre Rua Alfredo Ruiz e Cel José Figueiredo); Cruzamentos com Batista de Carvalho (trecho entre Rua Gerson França e Rua Rio Branco); Cruzamentos com Duque de Caxias (Trecho entre José Aielo e Floriano Peixoto - prolongamento da Duque e Duque com Rua Maria José).

CAMPANHAS DE EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO: As atividades de Educação vão atender a rede municipal de ensino, rede estadual e escolas particulares (ensino infantil, fundamental, médio e superior), Empresas e Órgãos Públicos.

O que é o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito:

Inspirado na "Década de Ação pela Segurança no Trânsito (2011-2020)", da Organização das Nações Unidas (ONU), o Governo do Estado criou o Movimento Paulista de Segurança no Trânsito e o Programa Siga Seguro, ambos com objetivo de reduzir pela metade o número de vítimas fatais no trânsito de estado de São Paulo até 2020.

Para atingir essa meta e salvar milhares de vidas, o Governo do Estado intensificou esforços em cinco pilares de atuação: “Gestão da Segurança Viária, Vias Mais Seguras, Veículos Mais Seguros, Usuários Mais Conscientes e Resposta Pós-Acidente”.

Enquanto o Movimento busca ampliar o envolvimento de parceiros da sociedade civil e a integração de trabalhos de instituições e empresas privadas que compartilham responsabilidades relacionadas ao tema, como associações de fabricantes de veículos, bancos e seguradoras, o Programa Siga Seguro age por meio da produção de dados e informação de qualidade e da implementação de ações de intervenção direta no sistema viário paulista, além de ações de conscientização de motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres.

Para auxiliar na elaboração de políticas públicas relacionadas à segurança no trânsito, foi criada uma ferramenta inédita no país: o Infosiga SP, um banco de dados que reúne informações de acidentes de diversas fontes, como Polícia Civil, Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal. Atualizado mensalmente, o Infosiga SP fornece dados de faixa etária e gênero da vítima, tipo do veículo envolvido e perfil do acidente. Com ele, é possível traçar um diagnóstico mais preciso das características dos acidentes e, assim, planejar e estabelecer políticas públicas mais eficazes de prevenção em benefício de toda a sociedade.

Outra solução inovadora é o Infomapa SP, que traz a posição geográfica das ocorrências com vítimas fatais no estado. Nele é possível ver a localização dos acidentes com automóveis, motocicletas, pedestres, ônibus, caminhões, bicicletas e outros que causaram mortes, com indicações da faixa etária da(s) vítima(s), o período em que aconteceu o acidente (manhã, tarde, noite e madrugada) e o tipo de ocorrência.



Comunicação – Emdurb

18/02/2018