Limpeza Pública

Material perfurocortante colocado de forma irregular é encontrado no lixo orgânico

Na coleta da manhã desta segunda-feira (27), durante a realização do serviço no jardim Ouro Verde, coletores depararam-se com uma grande quantidade de material perfurocortante, acondicionado de forma totalmente irregular, no lixo orgânico.

O coletor que fazia o serviço percebeu a presença do material ao manusear o saco de lixo para jogar no caminhão. No saco, havia espetinhos de churrasco, cacos de vidro (prato e copo) e até mesmo seringas com agulhas. Por sorte, ninguém se feriu.

Em 2020, até o momento, foram registrados 20 acidentes envolvendo os coletores da EMDURB, sendo 18 com cacos de vidro e 02 com agulhas.

Em 2019, de janeiro a julho, foram registrados 10 acidentes, todos com cacos de vidro. O número de acidentes dessa natureza dobrou em relação ao mesmo período do ano anterior. Ao todo, em 2019 foram 20 acidentes.

Segundo levantamento do SESMT – Setor de Medicina e Segurança do Trabalho, o membro mais atingido com perfurocortante é a perna, seguido pela mão, braço, joelho, pé e dedo. Em 2020, o mês que liderou acidentes foi janeiro (8), seguido pelos meses de fevereiro (3), junho (3), maio (3), março (2), julho (1).

É importante lembrar que todo material com capacidade perfurocortante, sejam espetinhos de churrasco, agulhas ou vidros quebrados, devem ser acondicionados em papel jornal, caixinhas de leite ou garrafa pet e fechados de forma que a embalagem não se desfaça. Esse descarte adequado, além dos coletores, protege também quem manuseia o lixo até a rua.



Comunicação – EMDURB

28/07/2020